Zé Pereira e a bagunça começou !

Zé Pereira [José Nogueira Paredes],um sapateiro português, na segunda-feira de carnaval, em 1848, saiu batendo um bumbo com macetão de ensurdecer…Na verdade, um tocador de zabumba que levou atrás de si um cortejo de seguidores. Pronto…acabara de se formar o primeiro bloco/cordão de carnaval!ainda sem samba ou marchinha, a bagunça começou.O sucesso do “Zé Pereira” foi tão grande que,alguns anos mais tarde, uma companhia teatral resolveu montar uma paródia da peça “Les pompiers de Nanterre” intitulada “Zé Pereira Carnavalesco”(Teatro Fênix, do Rio de Janeiro, em 1869), na qual o comediante Francisco Correia Vasquez cantaria, com melodia francesa, a quadrinha que se tornaria famosa : `E viva o Zé Pereira/pois que a ninguém faz mal/viva a batedeira/nos dias de carnaval`(Até então, todas as músicas eram instrumentais ou em outro idioma).Por que o nome Zé Pereira se o comerciante chamava-se José Nogueira?Em certas localidades de Portugal,o bumbo é conhecido por Zé Pereira, alguns afirmam ser essa a origem do nome. Outros defendem que ,já bêbados, os seguidores do tocador de bumbo trocaram o nome Nogueira por Pereira.Todas as informações sobre esse personagem, baseiam-se no historiador Vieira Fazenda que escreveu “Antiqualhas e Memórias do Rio de Janeiro”.

Comentários

Comentários

Visitado 22 Times, 1 Visita hoje

Post Relacionados