Passistas da Mangueira – 1969

Nos anos 60 a ala com passo marcado era a grande novidade das Escolas de Samba.Na contramão da coreografia ensaiada sobrevivia a improvisação do dançarino individual. Na revista Manchete,8/3/1969, acompanhando a foto, que reproduzo aqui, vinha a seguinte legenda: Passista nasce passista – é impossível aprender uma coisa que surge quase na hora, como inspiração.Os passistas da Mangueira defendiam no pé a tradição da dança do samba.Hoje em dia, as alas dos passistas ganham um espaço cada vez maior junto às agremiações carnavalescas.E por falar em passistas: por onde anda a passista Neide e seu anônimo parceiro?

Comentários

Comentários