Jerry Adriani no colorama alucinante -1971

Colorama Alucinante é um nome que não quer dizer nada, mas foi assim batizada a decoração do Baile do Copacabana Palace no ano de 1971. Quatro mil foliões , em seis salões, animados por seis orquestras sambaram durante seis horas.

Muitos artistas compareceram ao baile, dentre eles Jerry Adriani, que faleceu, ontem, dia 23 de abril,em decorrência de um câncer, aos 70 anos de idade.

O Cantor paulista foi um dos ídolos da jovem guarda.Seu verdadeiro nome era Jair Alves de Souza; o pseudônimo foi adotado para o lançamento do LP italianíssimo, em 1964.A inspiração veio do comediante americano Jerry Lewis e do cantor italiano Adriano Celantano.

O sucesso, porém, só chegaria em 1965, quando passou a interpretar canções em português, no disco Um grande Amor. Além de cantor, ele foi apresentador de TV e ator de cinema.

O sucesso estrondoso da Jovem Guarda durou três anos, os três últimos anos da década de 60 do século passado. Coincidiu com o auge da ditadura militar. Quem fazia oposição era a MPB.A Jovem Guarda era alienada. Jerry já era cantor antes da Jovem Guarda e trilhou um caminho próprio depois do movimento.

Publico uma imagem feliz, de um dos muitos carnavais do ídolo pop dos anos 60.

Comentários

Comentários